theme by lagrimar, don't copy.
Home Facebook Ask.fm sz sz
»
Há nele sempre alguma coisa que mostra não estar completamente bem. Não reparou nos olhos vagos?
"Quincas Borba (via nutante)"

Não era o bastante ser seu último beijo. Eu queria ser seu último amor.
"Quem é você, Alasca? (via sutilizar-se)"

O que você tem?”, forma-se um nó na garganta, um aperto no peito, um juntar de lágrimas, um agitar de lembranças e apenas uma palavra “nada
"Clara Brandão (via autorias)"

No primeiro dia você checa o telefone, a caixa de entrada, a campainha, todas essas coisas, a cada dois minutos. No dia seguinte, de cinco em cinco. Na terceira data, você passa a conferir tudo somente a cada meia-hora. Uma semana depois e você está olhando seu e-mail apenas duas vezes ao dia, uma bem cedo e outra antes de deitar mentalmente cansado. Passado um mês inteiro e você se flagra que permaneceu todo esse tempo escorado na sua poltrona feito um pudim, assistindo a vídeos, bebendo cervejas e esperando a vida dar na mesma. A parte boa é que você se dá conta que sobreviveu, conseguiu se arrastar até o outro lado do pântano e nem foi tão difícil assim, algo impensável no início de tudo. E agora está pronto pra ir a qualquer lugar, sair com quem ainda quiser sair contigo.
"Gabito Nunes.   (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)"

Era um dia qualquer, num mês qualquer, num ano qualquer, num tempo qualquer com uma temperatura qualquer, num horário qualquer quando de repente:
- Amor?
- Oi Mat?
- O que foi? Esse é um dos seus filmes de comédia favorito e até agora você não deu uma risada se quer… O que foi?
- Não é nada não amor. - Ela dá uma risada forçada olhando para TV.
- Gi, fala para mim, por favor… – Ele segura sua mão forte.
- Estou pensativa…
- No que? – Ele a olha esquecendo completamente do filme.
- Lembra quando nos conhecemos que você me contou que da sua ex, que ela não te assumiu de verdade, escondeu sobre vocês e que isso te machuca até hoje?
- Ele olha para baixo evitando as lembranças… – Sim amor, me lembro, porque?
- Então, porque eu não quero ser assim também Matheus! Eu te amo, eu te amo pra caralho do fundo do meu pulmão, não é nem coração, é pulmão, além disso. E não é justo e nem certo negar isso, esse amor existe então por mais que o meu medo também exista eu não deixarei ser mais forte do que meus sentimentos por você. (Ela pausa por alguns segundos). O que eu estou tentando dizer é que por mais que eu tenha medo quero assumir esse namoro para minha família, quero que você conheça meus pais!
Nesse momento o balde de pipoca caí da mão dele, seu corpo queima, o calor lá fora era grande mas dentro dele era milhões de vezes maior e por fim uma lagrima caí quando de repente….
- Você quer o que Giovanna?
- Quero que conheça meus pais, e toda minha família meu amor! – Um sorriso de alegria saí dos lábios dela…
- Mas você disse… (Ela o interrompe)
- Eu sei o que eu hava dito, mas o medo não chega nem perto do amor Mat! Eu posso confiar em você não posso? Não preciso ter medo, você sempre me disse isso, e agora vou ter medo porque (Ele a interrompe com um sorriso)
- Porque vou cuidar de você!
- Isso! - Ela sorri.
- Se é isso que você realmente quer eu fico muito feliz, porque porra, é algo que eu sempre sonhei sabe Gi, tu sabe, e hoje… E hoje… Af, to sem palavras. Você é a melhor namorada, a melhor pessoa, a melhor amiga que alguém pode ter na vida! Obrigado por acreditar em “nós”, acreditar no nosso futuro, eu a amo do fundo do meu pulmão!
Nesse momento as lágrimas caem do rosto dela também seguido de um pulo muito forte até Matheus, por cima de toda a pipoca ali derramada no sofá.
- Quero que seja especial esse momento Mat!
- E vai ser. – Ele diz seguido de um dos seus melhores sorrisos. – E vai ser mesmo! Vou impressionar seus pais, mostrar que a filha deles está em ótimas mãos.
- Ixe, isso ai eu não sei não viu? Eu em boas mãos com você? Que lorota! – Gargalhadas!
- Ah cala a boca Giovanna!!! – Gargalhadas junto. – Nunca te deixei em maus lençóis!
- Ah em maus lençóis não mesmo, mas em compensação em lençóis quentes! Tu me levou pro mau caminho cara!
- Que mau caminho? Lorota sua, sempre foi assim safada!
- Eu safada? Você que é um safado!
- Sou mesmo, um safado!
- Um safado ou meu safado?
Ele ri fazendo malandragem. – Seu amor, claro, seu!
- Olha, olha Matheus, eu arranco esse teu pau fora!
- Se você fizer isso a maior prejudicada será você, pensa mulher! – Gargalhadas.
Idiota! – As risadas vão acalmando e um silêncio no ar vai aparecendo quando Giovanna diz:
- Promete ser especial?
- O dia mais especial da sua vida até hoje, amor.
- Mesmo se meu pai correr atrás de você com uma bazuca?
- Mesmo se ele fizer isso, mas eu tenho certeza que ele irá gostar de mim, ninguém ama você mais do que eu, basta olhar nos meus olhos.
Eles entrelaçam seus dedos…
- Estaremos juntos então?
- Até depois do “Okay” mais profundo…
- Eu te amo.
- Eu te amo.
"

- Matheus & Giovanna. -  O amor cresce de acordo com o quanto regamos ele e nos entregamos em conjunto um para o outro, acreditando e confiando no amor. Não há nada mais lindo nesse mundo quando  duas pessoas resolvem viver uma para a outra. – 14 de Julho de 2014. 

(via rotulacao)"

[…] Mas passou, tudo passa! Hoje eu posso dizer com certeza “estou bem”, não bem como gostaria, mas muito melhor do que já estive um dia […]

Vai lá, corre atrás de quem não te valoriza. Faz as tuas merdas, mas depois sofra as consequências sozinha. Porque se eu não fui suficiente para te amar, também não sou para te consolar.
"I don’t care… Not more.        (via nobroke)"

Se parar pra pensar, nosso amor é um pouco mais que insano.
Chega a ser meio masoquista.
"Um dos milhares motivos de eu amar você.  (via estalagmite)"